Saiba os principais erros na compra de um imóvel

Saiba os principais erros na compra de um imóvel

Saiba os principais erros na compra de um imóvel

A maioria dos erros na compra de imóveis são ocasionados pelo desconhecimento. O que é perfeitamente natural, afinal, não são todos os dias em que as pessoas saem por aí comprando casas, não é mesmo?

Pelo contrário, são momentos pontuais da vida e, geralmente, especiais! Dessa maneira, a ingenuidade, a desinformação e o entusiasmo se combinam para nublar o julgamento do consumidor. Agora, confira os principais erros na compra de um imóvel.

1. Negócios diretos com o proprietário

Antes que isso gere a interpretação errada, nos entenda: não queremos dizer que as compras de imóveis particulares são maus negócios, pois não são! O problema é outro, pois aos consumidores de “primeira viagem”, esse tipo de negociação não é recomendada.

Lembre-se que você precisará lidar com uma grande quantidade de papéis, burocracias, contratos e transações. Além disso, ainda deverá avaliar por si só a idoneidade do vendedor, enquanto inspeciona as condições estruturais do imóvel.

É um clássico exemplo do barato sair caro. Portanto, na compra do seu  imóvel, priorize uma assistência especializada. Você poderá encontrá-la em boas imobiliárias ou consultorias desse mercado, garantindo que todos os procedimentos burocráticos, financeiros, jurídicos e tributários sejam respeitados.

2. Não visitar o imóvel em inúmeras situações

Analisar o imóvel apenas por um dia, ensolarado, no sábado e com baixo fluxo de trânsito não conta como uma visita válida! Entenda que você estará atrelado a essa propriedade a um nível cotidiano, vivendo naquela região.

Portanto, visite o imóvel em horários distintos, como nas horas de rush, identificando a intensidade do trânsito e até mesmo pela noite, analisando tanto o grau de segurança pública quanto o nível de ruídos sonoros.

3. Assinar o contrato sem ler

Ler desatentamente ou não ler têm a mesma ineficácia! E aqui, pouco importa se você conta com uma assistência técnica ou não: você deve ler o contrato, com tempo, atenção e silêncio!

4. Negligenciar a importância de um planejamento financeiro

Esse é o erro mais grave que você pode cometer contra o seu orçamento! A compra de um imóvel implica em um comprometimento de longa data, em que você deverá honrar os pagamentos por um grande período, aceitando o fato de que bastarão alguns pouquíssimos meses de inadimplência para que você perca o imóvel.

Um planejamento financeiro robusto demonstrará que você deve:

  • considerar os gastos extras, como condomínios, tributos, seguros e conveniências;
  • evitar se comprometer com um imóvel drasticamente acima do seu padrão de vida;
  • respeitar o percentual de 30% da sua renda destinado ao imóvel até sua quitação.

Lembre-se de comparar as condições em todas as instituições financeiras, garantindo que você negocie uma forma de pagamento que não asfixie o seu cotidiano no futuro. Apenas assim, você perceberá como o planejamento é fundamental para a sua tranquilidade no longo prazo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts

Comparar

Enter your keyword