Aumenta a procura por imóveis em condomínios rurais após pandemia

Aumenta a procura por imóveis em condomínios rurais após pandemia

Aumenta a procura por imóveis em condomínios rurais após pandemia

A necessidade de isolamento social definiu a residência como o lugar mais seguro para quem quer passar incólume pela pandemia. A pandemia tem feito os brasileiros planejarem a vida longe das aglomerações e buscarem imóveis afastados dos grandes centros. Entre os locais mais procurados estão as casas no interior.

O home office ou a possibilidade do trabalho à distância ser uma tendência mesmo pós-pandemia, aliado ao adiamento das viagens internacionais fizeram com que muitas pessoas buscassem alternativas para garantir melhor qualidade de vida. Para esse novo cotidiano é necessário mais espaço interno, área de lazer e descanso, contato com a natureza, e tudo que permita uma vivência confortável junto à família. Com a aceleração da tecnologia os profissionais também perceberam que podem trabalhar de suas casas com mais segurança e produtividade.

A busca por mais espaços, liberdade e tranquilidade – características típicas da zona rural – também se expressou num aumento de mais de 100% na ocupação de imóveis rurais de alto padrão.

Por que o interior virou objeto de desejo?

A pandemia certamente tem um peso relevante nessa decisão. No entanto, o medo de pegar o coronavírus não é o único responsável pela migração para um estilo de vida mais tranquilo.

Quem busca qualidade de vida com certeza pensa logo em estar próximo à natureza, em locais que ofereçam amplas áreas verdes.

As árvores melhoram a qualidade do ar, trazendo inúmeros benefícios para nossa saúde. Além disso, os espaços com áreas verdes incentivam a prática de atividades físicas.

Esses imóveis, além de oferecem benefícios em qualidade de vida para os moradores ainda possuem uma maior valorização. Eles tendem a valorizar até 16%, por isso muitas pessoas estão considerando essa opção também como um investimento.

Se você quer conhecer opções que ofereçam mais contato com a natureza, fale conosco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts

Comparar

Enter your keyword